25º Semana do Tempo Comum – 2018

Domingo, 23 de Setembro.

Na Primeira Leitura, os ímpios quiseram colocar os justos à prova e condenar o Filho de Deus à morte vergonhosa, achando que viria alguém socorrê-lo.

Na Segunda Leitura, São Tiago explica o porquê do povo pedir e não receber: “Porque pedis mal, só para esbanjar o pedido em vossos prazeres”.

No Evangelho de São Marcos, o evangelista narra Jesus ensinando a seus discípulos a importância da caridade e da obediência.

Uma vez Padre Clemente, em sua homilia, narrou a história de um cego que ia todos os dias à Igreja orar a Deus dizendo: “Se for de sua vontade, que eu possa enxergar!” Num certo dia, este homem, ao sair da Igreja, começou a enxergar, mas havia esquecido de dizer que fosse feita a vontade de Deus. Logo que este homem voltou para dizer isto, deixou de enxergar.

Padre Manoel, em sua homilia, enfatizou a importância de dizermos sempre a verdade, dando a nós o desafio de ensiná-la com amor e caridade.

Neste dia também tivemos a graça de comemorarmos a solenidade de Padre Pio de Pietrelcina. Ele nasceu no vilarejo de Pietrelcina, próximo à cidade de Benevento, Itália, em 25 de maio de 1887. Padre Pio, grande seguidor de São Francisco de Assis, doou sua vida para o alívio do sofrimento de muitos.

AVISOS:

As crianças da catequese têm como desafio lembrarem seus pais de trazem, no próximo domingo, qualquer quantia de alimentos não perecíveis e/ou materiais de limpeza para os seminários da diocese.

24º Semana do Tempo Comum – 2018

Domingo, 16 de setembro.

Quem é Jesus para nós? Uns dizem que é o Salvador, o Messias, o herói, nosso irmão porque também é Filho de Deus etc.

Mas Jesus é em primeiro lugar nosso Senhor.

No Evangelho, Pedro quis impedir Jesus de passar pelo sofrimento na Cruz,  então Jesus lhe disse: “Se afaste de mim Satanás!”

O Primeiro e Maior Mandamento de Deus é Amar a Deus sobre todas as coisas. O Segundo Mandamento é Amar o próximo como a nós mesmos.

Jesus quer nossa obediência porque isto nos faz Cristãos, pois basta seguirmos seus ensinamentos demonstrando Amor a Deus e ao próximo.

São Thiago afirma que a fé sem obras é uma fé morta! E são Paulo reforça que de nada adiantaria se não agíssemos com Amor.

Que a nossa fé não seja morta, mas sim uma fé coerente, a começar na família, o lugar certo para exercitarmos a prática do perdão, da reconciliação, da partilha, da generosidade, das boas maneiras dizendo por favor e obrigado, da doação sem esperar algo em troca etc. Ou seja, da renuncia de nós mesmos.

Veja o Exemplo de Nossa Senhora: “Atenta a tudo, Maria soube silenciar, escutar e refletir tudo em seu coração”.

Durante a  Comunhão Pe. Manoel abençoou as crianças, e após, abençoou as bodas do senhor Ettore e de sua esposa Alcida, que comemoraram seus 65 anos de Matrimônio.

23º Semana do Tempo Comum – 2018

Domingo, 9 de setembro.

Na 1º leitura, o profeta Isaías ordena ao povo de Israel:
“Dizei às pessoas deprimidas: ‘Criai ânimo, não tenhais medo!'”

Na 2º leitura, Thiago diz ao povo para não fazerem acepção de pessoas.

Na homilia, padre Antônio ressaltou que a falta de sentido na vida das pessoas faz com que nosso século seja um dos mais marcados pela depressão, por isso devemos escutar uns aos outros: os pais aos filhos, os maridos às esposas e vice-versa, elogiando-os e dizendo sempre a verdade.

Os pobres não são só aqueles que cheiram mau ou são maltrapilhos, os pobres são aqueles que não acolhem as pessoas, pois Páscoa é também acolher as pessoas que passam em nossas vidas.

Deus também permite que nossa natureza primitiva se sinta atraída pelas pessoas bonitas, cheirosas e bem vestidas, para que os excluídos não se acomodem.

Inscrições para o Rally Bíblico: 
https://docs.google.com/forms/

Inscrições para o XVIII Encontro de Casais com Cristo – ECC:
https://goo.gl/forms/WdfLEJLC9cHfZPat1

 

Missa das Crianças – 22º Semana do Tempo Comum – 2018

Domingo, 2 de Setembro – Mês da Bíblia.

Os fariseus e os mestres da Lei perguntaram a Jesus: “Por que os teus discípulos comem o pão sem lavar as mãos?” Jesus respondeu: “como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim.'”

É muito importante lavar as mãos, mas de nada adianta estarmos limpos por fora se estivermos impuros por dentro. Se acreditamos em Deus, não ficamos com mágoas de nossos irmãos; por isso devemos perdoá-los e  buscar o Reino de Deus sendo justos e agindo com amor.

A sete anos, Renatinho, com 21 anos comemorou sua Páscoa ao lado de Deus. Renato Czinczel Mancini, viveu intensamente sua fé no meio de nós com muito amor, nos mostrando que a Fé Cristã se resume à alegria.

No final da Missa, Pe. Manoel abençoou os 40 anos de casamento de Tereza e Clóvis.

Antes da Missa houve formação, com os pais sobre a bíblia, dada por Isabel, Marina e Bruno.

Dia 9/09: Missa às 10h30 no Salão Nobre, entrada pelo portão 17. Não haverá catequese para as crianças neste dia.

Rally Bíblico:

Evento dia 30/09 às 14h, com perguntas a respeito do Evangelho de São Marcos preparado por Pe. José Bortolini. Grupo 3 e no máximo 5 pessoas.

Inscrições: https://docs.google.com/forms/

Contato c/ Bia: 11-99970-7110.