Dia das Mães – 4º Domingo da Páscoa 2019


Mês de maio, mês de Maria.

Domingo, 12 de maio.

Nossa Senhora é o modelo de todos os cristãos e modelo de maternidade.

Padre Manoel em sua homilia explicou a importância em sermos rebanhos de Deus, do Cristão reconhecer o chamado de Jesus como Pastor; e, obediente, segui-lo como ovelha. Infelizmente no mundo existem muitos falsos pastores “revestidos de ovelhas”, oferecendo coisas que não são do agrado de Deus, por isso a importância de reconhecermos Seu chamado, pois aquele que se considera ovelha de Deus, Jesus o considera como amigo. Sendo assim, ao comungarmos Jesus, não só fazemos com Ele Comunhão de Amor, mas também de amizade.

Jesus nos ama tanto que não permite que a gente se perca, pois Ele não se cansa de ir ao nosso encontro, por isso devemos obedecer o que Ele diz: “Quem deixar de acolher um irmão, deixara de acolher a mim mesmo”.

Obedecer nossas mães é como obedecer a Jesus que realizou seu primeiro milagre nas Bodas de Canaã a pedido de sua mãe.

Antes dos avisos finais a Célia fez uma homenagem às mães:

“Mãe é aquela que cuida, que ama, que põe limites e educa. É ela que nos encoraja quando chega a idade de irmos à escola, é ela que afaga, que nos põe no colo, que nos perdoa, que briga, que nos ensina o que é certo e que é justo; que nos faz ser gente de verdade, que nos ensina a rezar e nos mostra uma outra mãe quando não pode estar presente. Por mais simples que seja uma mãe, ela sempre será sábia. É sempre nela que a gente se refugia quando temos dúvidas, insegurança e medo, ou quando só queremos seu carinho.

Mãe é fonte de amor, que abre mão de seus sonhos para ver os nossos se realizarem. Com ela aprendemos que a vida é maravilhosa, aprendemos a enxergar nas pequenas coisas da natureza, a grandeza da criação de Deus. Dizem que mãe é tudo igual, mentira – existe mãe legal, mãe chata, mãe brava, mãe boazinha, mãe quadrada, mãe moderna, mãe alta e mãe baixinha. Há todo tipo de mãe, mas nenhuma é igual a minha. A minha é única e a de vocês também”.

E acrescentou: “Se tivéssemos mil vidas para passar todo amor que temos para nossos filhos e netos, ainda assim não ficaríamos satisfeitos, porque graças a Deus somos cristãos e teremos a vida eterna para vivenciarmos este amor infinito e por toda a eternidade”.

Depois desta homenagem, Padre Manoel sorteou um terço, cuja Célia foi a ganhadora; e em seguida, o sorteio de um escapulário feito pelas crianças da catequese para suas mães, cuja ganhadora foi a Lusia.

No final da missa, as crianças da Catequese se reuniram em volta da imagem de Nossa Senhora durante o canto da Coração e Consagração a ela, e logo depois, todas as mães foram abençoadas por seus filhos e presenteadas com um belo marcador de livro.


FESTA DO BACALHAU.

Jantar dia 28 de Junho (sexta feira), no salão paroquial (Rua David Ben Gurion 777). R$ 120,00 por pessoa. Crianças até 10 anos não paga.

Haverá 150 kilos de lombo de bacalhau com petiscos e Vinho Esporão Português.  E sorvetes e saladas de frutas de sobremesa.

Também teremos apresentação de danças típica do grupo de dançarinos portugueses da Casa de Portugal💃🏻.

Convites com a Célia em até 2x no cartão. Venham Participar😋😋!!!