26º Domingo do Tempo Comum – 2019


Domingo, 29 de Setembro. Mês da Bíblia.

Aqueles que só se preocupam consigo mesmo, sendo injustos com o próximo, não verão a glória de Deus no final de suas vidas.

O homem de Deus busca ser manso, justo e perseverante. Combate o bom combate com esperança, e dá exemplo de fé.

“Se os ímpios não escutam a Moisés, nem aos Profetas, eles não acreditarão, mesmo que alguém ressuscite dos ‘mortos’”. Ou seja, aqueles que ouviram mas não escutaram a palavra de Deus não farão parte do Reino de Deus.

25º Domingo do Tempo Comum – 2019


Domingo, 22 de Setembro. Mês da Bíblia.

Honestidade.

Um proprietário ouviu dizer que seu administrador esbanjava os bens de sua empresa, com isto o chamou e o despediu. O administrador em vez de confiar em Deus, reconhecer o pecado e procurar um novo emprego, preferiu se vingar tentando convencer seus ex-colegas de trabalho a mentirem o valor correto de suas dívidas.

Jesus admira tamanha esperteza desta pobre criatura, mas não aprova sua conduta.

Padre Antonio Torres, em sua homilia, ressaltou a importância em não sermos escravos do dinheiro, e que, nos dias atuais, muitos investem tempo perdido em vida acadêmica, especializações, doutorado, etc; para querer levar vantagem nos negócios de forma desonesta, deixando de lado o bem mais precioso que é a família, o lar e a igreja. Não que, se qualificar, não seja válido, mas que seja para um fim justo.

23º Semana do Tempo Comum – 2019


Domingo, 08 de Setembro. Mês da Bíblia.

Natalidade de Nossa Senhora.


Padre Manoel, se referindo ao evangelho anterior, ressaltou que os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos a quem devemos convidar para nossas festas; somos todos nós, e que, assumir a Cruz é não ter vergonha de ser Cristão.

O evangelho nos leva a refletir que para construirmos uma torre é preciso sentar e calcular, ou seja rezar (escutar a Deus). A torre é a família e suas realizações; e nas dificuldades permitir que Jesus tome a nossa frente. Coloca no Senhor o teu destino, confia Nele e Ele agirá.

Tem gente no trabalho que, ao ver a política da empresa não condizer com os valores cristãos, prefere procurar outro. Hoje temos exemplo de paroquiano que, ao confiar e fazer a vontade de Deus, é feliz no novo emprego; mas sem cobrar Deus.

É possível entender o pensamento de Deus? Sim, mas para isso precisamos de sabedoria, e esta sabedoria e dada através do Espirito Santo.

XIX ENCONTRO DE CASAIS COM CRISTO 20, 21 e 22/09/19:

Testemunho do casal Raquel e Nando:

Questionário de pré-inscrição ao Encontro de Casais com Cristo da Paróquia de Santa Suzana. Data do Encontro: 20, 21 e 22/09/2019CONVITE:

22º Semana do Tempo Comum – 2019


Domingo, 01 de Setembro. Mês da Bíblia.

Humildade.


Humildade é uma qualidade que é adquirida com o tempo, a começar pelos pais e pelo meio em que vivemos independente de classe social; mas o que mais nos leva à humildade é reconhecermos o senhorio de Deus.

Até na natureza temos exemplos de humildade. Antes da árvore dar frutos, seus galhos têm que crescer, e quando seus frutos amadurecem, estes pesam e os galhos se curvam para nos servir. E se estes frutos não forem colhidos, eles podem cair e apodrecer. Por isso Deus não desiste de nós até o nosso último segundo de vida.


A pessoa humilde, tem que ser como a árvore frutífera, principalmente quando for dar uma festa. Pois se ela deixa de convidar alguém do seu meio só porque não o suporta, é fato que tal exemplo (seja bom ou ruim), vai influenciar cada vez mais no convívio de ambos para o bem ou não.

Neste dia, também tivemos a graça de celebrarmos 8 anos de Páscoa de Renato Czinczel Mancini, uma das pessoas mais humildes,  inteligentes e bem humoradas que eu já conheci. Renato, intercedei por nós.

Também tivemos a entrega da Capelinha de Nossa Senhora, que é passada para cada família, toda primeira semana do mês, e o sorteado foi o catequizando Miguel.

XIX ENCONTRO DE CASAIS COM CRISTO 20, 21 e 22/09/19:

Questionário de pré-inscrição ao Encontro de Casais com Cristo da Paróquia de Santa Suzana. Data do Encontro: 20, 21 e 22/09/2019ENCONTRO DE CASAIS EM 2ª UNIÃO – JESUS O BOM PASTOR:

A Pastoral Familiar representada por Paulo Lisboa e sua esposa Rita, com muita alegria no coração, informam neste dia: “Vem aí o 2º Encontro com Jesus o Bom Pastor da Forania Morumbi (para casais em 2ª união). Será nos dias 26 e 27 de Outubro na Paróquia São Bento (ao lado do Colégio Santo Américo)”.

Contatos para inscrições: Paulo (95314-1213) ou Rita (99905-5436) ou fazer a sua inscrição diretamente no site da paróquia.

“Nesta vida estamos de passagem e vivenciando a graça da reconciliação.
Deus ainda está fazendo (moldando) eu, você e todos nós para sermos luz
aqui e no Reino de Deus.” Fábio Souza.

17ª Semana do Tempo Comum – 2019


Domingo, 28 de Julho.

Oração. Os discípulos de Jesus pediram para ensiná-los a rezarem.


Neste dia também tivemos a alegria de participar da Missa de Envio de Giovanna a Portugal.

Giovanna participou da Pastoral dos Coroinhas por muito tempo e atualmente ela participa do Ministério de Música através do canto. Agora ela recebeu a oportunidade de cursar faculdade em Portugal.

A Célia, em seu discurso, disse à Giovana que são três os sentimentos de envio:

Primeiro Sentimento: A Saudade – quando nossas almas estão ligadas, e se permanecem ligadas, significa que estarão sempre juntas na oração e na comunhão.

O Segundo Sentimento: O Medo, a Ansiedade – O senhor é a minha luz e salvação, a quem temerei? pois Ele sempre estará entre nós.

O Terceiro Sentimento: A Alegria – por receber esta oportunidade de Deus para fazer faculdade naquele país, levando toda a bagagem que adquiriu aqui ao longo dos anos, através da educação de seus pais e dos ensinamentos de Deus (que não é pouca).

Quanto aos pais: Não se preocupem, pois quando não podemos ir juntos com nossos filhos, Nossa Senhora vai e ela cuida.

A comunidade São paulo Apóstolo, através da Célia, presenteou Giovanna com uma linda corrente com a imagem de Nossa Senhora.


AVISOS:

A paz irmãos!
A pastoral do Quilo vem agradecer a todos pela partilha de alimentos em nossa comunidade e lembrar que 40 famílias carentes são atendidas mensalmente.

No próximo final de semana, em todas as missas, haverá um membro da pastoral para receber as doações do quilo. Este mês estamos com mais necessidade de arroz, leite em pó ou longa vida, café, biscoito e papel higiênico. Lembramos que quem não puder levar sua doação nas missas, pode deixa-la durante a semana na secretaria da paróquia.

Se desejar, você pode ser tornar um doador mensal fixo de um quilo ou até mesmo de uma cesta básica completa. E ainda, você será muito bem-vindo a participar da pastoral.

Mais informações com os membros da pastoral ao final das missas ou pelo e-mail: pastoraldoquilo.santasuzana@gmail.com. Nossa gratidão e que Deus abençoe vocês. Equipe Pastoral do Quilo

Lembrando que, para a Romaria a Aparecida no dia 18/08 é necessário reservar o lugar com a Rozilda e o valor é só o custo do ônibus: R$ 50,00. Nesse dia, além de estarmos em comunhão com nossa diocese, é um momento de oração e união com os irmãos da Paróquia.

 

16º domingo do tempo comum – 2019


Domingo, 21 de Julho.

Visita de Jesus às irmãs Marta e Maria


Abraão de Ur é o Pai da Fé, nômade, idoso de 90 anos e esposo de Sara que já era estéril, ouviu o chamado de Deus e prostrou-se diante Dele oferecendo sua gratidão; com isso teve um filho com Sara chamado Isaac, e este deu continuidade ao propósito de Deus para Abraão.

No Evangelho, Jesus visita a casa das irmãs Marta e Maria. Enquanto Maria escutava os ensinamentos de Jesus, Marta ficou cuidado dos afazeres domésticos e criticou sua irmã em não ajudá-la naquela ocasião.

Padre Manoel em sua homilia ressaltou a influência que o tempo exerce em nossas vidas e em nossos momentos; e que nos tempos de hoje, aquele que doa seus momentos para Deus ou para o irmão é considerado um mártir do tempo.

Muitas vezes deixamos de rezar a fim de ganharmos tempo para concluir nossas tarefas, sendo que se tivéssemos rezado (oferecido um tempo para Deus), com certeza as teríamos concluído antes do prazo, e visse-versa.


35 Anos de Matrimônio de Sérgio e Célia

12º Domingo do Tempo Comum – 2019


Domingo, 23 de Junho.

“Quem quiser salvar a sua vida neste mundo, vai perdê-la; e quem perder sua vida por causa de mim, este será salvo.”

Na parábola de hoje, Jesus quis conscientizar seus discípulos lhes perguntando o que as pessoas, que não o seguiam, pensavam dele.

Uns diziam que Jesus era visto como a reencarnação de grandes personagens da Bíblia, outros diziam que era visto até mesmo como um mártir revolucionário, mas não como Deus. Já os Judeus esperavam um Jesus triunfante, à moda de Salomão ou Davi.

Então Jesus pergunta aos Discípulos: “Quem eu sou para vocês?” (Aquela resposta iria fundamentar a espiritualidade de cada um).

Padre Antonio Torres em sua homilia, disse: “Se perguntarem para mim quem eu sou, geralmente esta resposta seria feita de forma defensiva; mas se outro respondesse a cerca de mim, talvez haveria mais sinceridade em sua resposta”. Por isso é tão difícil recebermos uma crítica.  Ela nos incomoda, pois abala nossa estrutura alicerçada pelo ego.


Uma vez eu estava em uma considerável fila de caixa e observei que o principal atendente, mesmo desocupado, não dava devida atenção aos clientes da fila, então eu tomei a iniciativa de lhe alertar cautelosamente, e mesmo assim ele aparentou fingir nos ignorar procurando uma falsa ocupação para não abrir mão de seu ego.

Pedro, de forma temensiosa responde a Jesus: “Tu és o Cristo de Deus!”

Mas nem todo que diz Senhor! Senhor! chega ao Céu; então Jesus repreende Pedro (que não aceitava o sofrimento e morte de Cristo na Cruz), e o ensina a ser obediente dizendo: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz de cada dia e siga – me.”

Solenidade de Pentecostes


Domingo, 9 de Junho.


Quando chegou o dia de Pentecostes os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar juntamente com Maria e receberam o Espírito através de uma forte ventania. Então começaram a falar em outras línguas e todos os que se aproximavam puderam entender tudo o que os discípulos diziam, mesmo cada um em sua língua, as maravilhas de Deus.

Ao anoitecer daquele dia, os discípulos se mantiveram orantes naquele lugar. Então Jesus veio ao encontro deles, os abençoou e lhes disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio. A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem não os perdoardes, eles lhes serão retidos.”

No final da Missa, as crianças da Catequese se reuniram em volta da árvore, onde cada um colocou o fruto do Espírito Santo; já em cada fita, estava escrito o dom do Espírito Santo: Fortaleza, Sabedoria, Temor a Deus, Piedade, Entendimento, Ciência e Conselho.

“Quando permitimos que o Espírito Santo venha em nosso favor, auxiliando em nossa limitação humana, Ele mesmo faz com que sua graça opere em nós”. Mikaela Tavares.

Solenidade da Ascensão do Senhor -2019


Domingo, 2 de Junho.


Estamos terminando o Tempo Pascal com a Ascensão do Senhor Jesus Cristo.

Antes de subir aos Céus, Jesus ordenou seus discípulos a não se afastarem de Jerusalém, porque em poucos dias seriam batizados com o Espírito Santo para serdes suas testemunhas.

Jesus estava num lugar de destaque no coração dos discípulos, então ficaram sempre no Templo bendizendo a Deus.

Padre Manoel durante a homilia pediu às crianças para abençoarem seus pais, seus coleguinhas e outros adultos, assim como Jesus abençoou seus discípulos. Padre Manoel também ressaltou que não há maior benção dada a um filho que não seja de seus pais, e que os filhos devem manter o costume de lhes pedirem a benção.

Durante a comunhão, Padre Manoel abençoou as crianças como de costume, e no final da Missa, houve um momento lindo durante a entrega da Capelinha, e a sorteada foi a coroinha Laís.


Um ano de Blog da Comunidade São Paulo Apóstolo.

Um ano se completou de muitas bençãos, reflexões, e registro das atividades espirituais em nossa comunidade. Agradeço ao apoio de todos, em especial ao José Augusto e sua esposa Nilsen pela iniciativa e inspiração divina; ao Pároco Manoel, à direção do SPFC e àquele que me deu força, Cristo Jesus, nosso Senhor, pela confiança que teve em mim a designar-me para o seu serviço. Tim 1,12

Dia das Mães – 4º Domingo da Páscoa 2019


Mês de maio, mês de Maria.

Domingo, 12 de maio.

Nossa Senhora é o modelo de todos os cristãos e modelo de maternidade.

Padre Manoel em sua homilia explicou a importância em sermos rebanhos de Deus, do Cristão reconhecer o chamado de Jesus como Pastor, e, obediente, segui-lo como ovelha. Infelizmente no mundo existem muitos falsos pastores “revestidos de ovelhas”, oferecendo coisas que não são do agrado de Deus, por isso a importância de reconhecermos Seu chamado, pois aquele que se considera ovelha de Deus, Jesus o considera como amigo. Sendo assim, ao comungarmos Jesus, não só fazemos com Ele Comunhão de Amor, mas também de amizade.

Jesus nos ama tanto que não permite que a gente se perca, pois Ele não se cansa de ir ao nosso encontro, por isso devemos obedecer o que Ele diz: “Quem deixar de acolher um irmão, deixará de acolher a mim mesmo”.

Obedecer nossas mães é como obedecer a Jesus que realizou seu primeiro milagre nas Bodas de Canaã a pedido de sua mãe.

Antes dos avisos finais a Célia fez uma homenagem às mães:

“Mãe é aquela que cuida, que ama, que põe limites e educa. É ela que nos encoraja quando chega a idade de irmos à escola, é ela que afaga, que nos põe no colo, que nos perdoa, que briga, que nos ensina o que é certo e que é justo; que nos faz ser gente de verdade, que nos ensina a rezar e nos mostra uma outra mãe quando não pode estar presente. Por mais simples que seja uma mãe, ela sempre será sábia. É sempre nela que a gente se refugia quando temos dúvidas, insegurança e medo, ou quando só queremos seu carinho.

Mãe é fonte de amor, que abre mão de seus sonhos para ver os nossos se realizarem. Com ela aprendemos que a vida é maravilhosa, aprendemos a enxergar nas pequenas coisas da natureza, a grandeza da criação de Deus. Dizem que mãe é tudo igual, mentira – existe mãe legal, mãe chata, mãe brava, mãe boazinha, mãe quadrada, mãe moderna, mãe alta e mãe baixinha. Há todo tipo de mãe, mas nenhuma é igual a minha. A minha é única e a de vocês também”.

E acrescentou: “Se tivéssemos mil vidas para passar todo amor que temos para nossos filhos e netos, ainda assim não ficaríamos satisfeitos, porque graças a Deus somos cristãos e teremos a vida eterna para vivenciarmos este amor infinito e por toda a eternidade”.

Depois desta homenagem, Padre Manoel sorteou um terço, cuja ganhadora foi a Célia; e em seguida, o sorteio de um escapulário feito pelas crianças da catequese para suas mães, cuja ganhadora foi a Lusia.

No final da missa, as crianças da Catequese se reuniram em volta da imagem de Nossa Senhora durante o canto da Coração e Consagração a ela, e logo depois, todas as mães foram abençoadas por seus filhos e presenteadas com um belo marcador de livro.


FESTA DO BACALHAU.

Jantar dia 28 de Junho (sexta feira), no salão paroquial (Rua David Ben Gurion 777). R$ 120,00 por pessoa. Crianças até 10 anos não paga.

Haverá 150 kilos de lombo de bacalhau com petiscos e Vinho Esporão Português.  E sorvetes e saladas de frutas de sobremesa.

Também teremos apresentação de danças típica do grupo de dançarinos portugueses da Casa de Portugal💃🏻.

Convites com a Célia em até 2x no cartão. Venham Participar😋😋!!!