Solenidade da Assunção de Maria

Domingo, 19 de agosto – mês das vocações.

“Agora realizou-se a salvação!”, enfatizou Padre José em sua homilia e acrescentou que esta verdade nos foi revelada por Deus e por meio da Igreja. Padre José agradece a Igreja por nos oferecer, através do Cristianismo, o Corpo e Sangue de Cristo cujas origens e destinos são divinas. Na II Guera Mundial, oportunistas daquela época, tentaram questionar este Corpo por conta do holocausto, mas a Igreja, por ser verdadeira, não se deixou abalar.

Naqueles dias, Maria dirigiu-se a uma cidade da Judeia ao encontro de sua prima Isabel que estava gestante. Maria, ao chegar, saudou Isabel, e quando esta ouviu a saudação, seu filho pulou em seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.

Maria antes de dar à luz, se deparou com o dragão que queria devorar Jesus logo que nascesse. Maria fugiu para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um lugar, e ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Com efeito, por um homem veio a morte e é também por um homem que vem a ressurreição.

No próximo dia 25, Padre José estará, no Mini Congresso Missionário em São José dos Campos, representando nossa diocese; este congresso tem como objetivo avaliar o desempenho missionário das dioceses.